Outro Sentimento: A segunda fase [...]

A segunda fase [...]

A segunda fase - sempre começamos por ela - é aquela em que você marca o encontro depois de muita conversa; cria coragem e decide encontrar. 

O mais legal dela é que ela marcante, é como se tudo acontecesse a primeira vez, a primeira música, o primeiro local; a voz o perfume, até os simples gestos. Tem toda aquela preocupação com a primeira impressão: será que vai gostar de mim? Será que estou cheiroso? Não importa quantos primeiros encontros teremos, tudo isso vai sempre acontecer. É a emoção do primeiro encontro, a expectativa de alguém gostar de quem você realmente é, e dentre isso tudo existe uma grande dica: ser você mesmo o tempo todo. 

Não adianta começar sendo uma pessoa e mudar no meio do caminho. Se não for pra ser, não adianta mudar nada, já que a estrada te levará ao mesmo resultado. 

O que mais vale não é a estrada na qual está seguindo, mas sim o caminho. Não pegue atalhos, deixe acontecer naturalmente, logo vai ver que a melhor sensação é sentir que os dois estão perdidos, apaixonados e cheios de expectativas. Os dois criarão coragem para gerar assuntos que serão muito engraçados e vão marcar ainda mais o primeiro encontro, a timidez, o medo de não ser o que queriam, e depois de tudo descobrir o resultado com um vamos nos ver de novo.

Ou não se deixar abalar e seguir em frente, porque a vida não para e todos devemos tirar uma lição do que não deu certo para não cometer de novo o mesmo erro, ou simplesmente porque não era pra ser, e o maior acerto naquela ponto tenha sido a tentativa.
Por Alan